Complicações de Longo Prazo do Diabetes Canino

Cães diabéticos parecem desenvolver menos complicações de longo prazo do que os humanos diabéticos. Obter controle ideal da concentração de glicose sanguínea ajuda a prevenir as complicações de longo prazo do diabetes mellitus.

Catarata diabética

A catarata é observada muito mais comumente em casos de diabetes canino do que no diabetes felino. Excesso de glicose presente no cristalino dos olhos devido à hiperglicemia é convertido em sorbitol, o que provoca um aumento do influxo de água no cristalino. O aumento da água provoca uma quebra das fibras da lente e ruptura da estrutura normal. As lentes tornam-se turvas, resultando em perda de visão, geralmente em ambos os olhos.

O tratamento é a remoção cirúrgica das lentes. É aconselhável realizar a cirurgia após controle bem sucedido do cão diabético por, pelo menos, 3 meses.

Retinopatia diabética

Complicação muito rara do diabetes canino causado por alterações nos vasos sanguíneos da retina.

Complicações do diabetes em cães

As complicações de longo prazo do diabetes mellitus é resultado de hiperglicemia prolongada.