Doenças Relacionadas ao Diabetes mellitus Felino

Hipertireoidismo

Hipertireoidismo é um distúrbio endócrino comum em gatos de meia idade e mais velhos. diabetes mellitus e hipertireoidismo podem se apresentar concomitantemente.

Patofisiologia e sinais clínicos
Adenoma da tireoide causa secreção de maiores quantidades de hormônios da tireoide (tri-iodotironina (T3) e tiroxina (T4).

Diagnóstico
Hipertireoidismo deve ser diferenciado do diabetes mellitus. Isto normalmente é feito utilizando medição laboratorial da concentração de T4.

Em alguns gatos o diagnóstico pode necessitar confirmação por exames adicionais.

Tratamento
Quando o hipertireoidismo é confirmado, há várias opções de tratamento, incluindo medicações antitireoidianas, remoção cirúrgica da glândula e iodo radioativo.

A escolha inicial do tratamento é muitas vezes orientada pela preocupação sobre a função renal do gato, pois o tratamento pode precipitar uma insuficiência renal.

topo

Acromegalia

Acromegalia (hipersomatotropismo) é uma doença endócrina causada por excesso de hormônio de crescimento. Parece ser mais comum em gatos do que se imaginava anteriormente (Niessen et al. 2007). É caracterizada pelo supercrescimento crônico do tecido conjuntivo, ossos e vísceras. Em gatos, a acromegalia é devido a um tumor pituitário que secreta hormônio de crescimento.

Sinais clínicos incluem diabetes resistente à insulina, dilatação dos órgãos de tecido mole e proliferação de tecido gengival.

Tratamento
Atualmente, o melhor tratamento para um gato com tumor pituitário parece ser a radioterapia ou cirurgia (quando disponível).

topo

Insuficiência pancreática exócrina (IPE)

Insuficiência pancreática exócrina é uma enfermidade congênita ou adquirida que pode afetar tantos os cães quanto os gatos, embora seja mais comum em cães.

Em gatos, a IPE é normalmente o estágio final da pancreatite. Pode ser observada junto com diabetes mellitus se houver dano ao pâncreas exócrino e endócrino.

Para mais informações consulte IPE em cães.

topo

Hiperadrenocorticismo (síndrome de Cushing)

Hiperadrenocorticismo é raro em gatos.
Para mais informações consulte Hiperadrenocorticismo em cães.

top

Pancreatite

A pancreatite é uma inflamação do pâncreas. Enzimas digestivas vazam e danificam os tecidos pancreáticos circundantes.

Etiologia
Na maioria dos casos a causa da pancreatite é idiopática. Outros fatores de predisposição podem ser gordura alta, dieta de baixa proteína, outras doenças (síndrome de Cushing, diabetes mellitus) ou toxoplasmose, vírus da leucemia felina ou herpes vírus felino.

A pancreatite aguda pode produzir diabetes mellitus temporário, se houver necrose pancreática extensa pode se tornar permanente. Uma situação similar pode surgir se houver neoplasia pancreática.

topo

Referências

Niessen SJM., Petrie G., Gaudiano F., et al. Feline acromegaly: An underdiagnosed endocrinopathy? J Vet Intern Med. 2007 ;21(5):899-905.

topo

Doenças Relacionadas ao Diabetes Mellitus Felino

Hipertireoidismo é um distúrbio multissistêmico. Os sinais clínicos incluem:

  • perda de peso
  • polifagia
  • poliúria
  • hiperatividade
  • diarreia

Os fatores de risco para pancreatite incluem:

  • raça gatos siameses têm maior risco
  • Diabetes mellitus
  • síndrome de Cushing
  • insuficiência renal crônica

Certas doenças podem contribuir para o desenvolvimento do diabetes em gatos